O que há de positivo em tempos de PANDEMIA?

*Por Auxiliadora Paiva

Nesses novos tempos de PANDEMIA, estamos vivenciando um doloroso período, época em que o Coronavírus avança meteoricamente, alastrando uma doença chamada COVID-19. Essa situação está transformando a vida da população mundial. Esse panorama vem acontecendo abruptamente, alterando a rotina das pessoas,e permitindo que elas tenham um objetivo maior, que é encontrar saídas conscientes e precisas para bloquear a transmissão e a contaminação pelo vírus. Vivemos momentos sombrios e angustiantes frente a um “ inimigo invisível” que invade corpos, sem pedir licença e causam um verdadeiro estrago, nas nossas vias respiratórias.
Frente a esse quadro devastador e atípico para todos, será que nesse momento, podemos visualizar pontos positivos durante esse período? Tendo em vista que o grau de letalidade da doença, é muito alto, esse fator vem causando nós países afetados, um grande desequilíbrio na estrutura econômica, assim como também na estrutura psico-emocional. Verificamos que está havendo uma queda dos índices das Bolsas de Valores, vimos também a inédita condição de Isolamento Social, e também uma mobilização dos governos para a construção de mais espaços para abrigar e socorrer as pessoas infectadas.
Em meio ao caos implantado nas sociedades, será que poderemos vislumbrar algumas situações que são consideradas positivas, apesar do pânico e do medo reinante entre as pessoas. Pois é, apesar das adversidades em evidência, conseguimos visualizar algumas. Vamos a elas:
1)A PANDEMIA, ela está servindo para esclarecer, conscientizar e ensinar ao povo, um dos atos mais simples e tão comum entre as pessoas. Com ela descobrimos que não sabíamos lavar as nossas mãos corretamente. Foi preciso que houvesse uma situação muito perigosa, para nos esclarecer sobre essa técnica. Isso por que, os infectologistas nos informam que essa ação tão simples, que consiste em lavá-las com água e sabão, é hoje uma ação fundamental para a profilaxia de combate ao Coronavírus.
2)A CRIATIVIDADE, com ela vemos o que as grandes empresas estão desenvolvendo, para produzirem os insumos que servirão de maneira efcaz e precisa, no combate ao novo Coronavírus. Um desses exemplos vem do Brasil, o nosso país, onde a AMBEV, irá produzir Álcool Gel, com o resíduo que sobra da sua produção de cerveja sem álcool. Esse Álcool, produzido em larga escala, deverá ser distribuídos na rede hospitalar e nos diversos segmentos sociais.
3)O ISOLAMENTO SOCIAL, essa é uma situação inédita para todos nós, apesar de ser desconfortante e altamente desistimulante, ela vem servindo como elo de aproximação entre as pessoas. E ao mesmo tempo, vai estabilizando a propagação da doença. As famílias viram o “revival” de um ato já em desuso entre eles. Ou seja com o ISOLAMENTO SOCIAL, as famílias resgataram o hábito de reunirem-se em torno de uma mesa, para fazerem as refeições. As pessoas agora se reúnem para assistirem um filme, um show, ou simplesmente para “jogarem conversa fora”, isto porque forçosamente precisam ficar em casa, se resguardando.
4)A SOLIDARIEDADE, neste período pudemos perceber que artistas de diversos setores, músicos de diferentes gêneros, muitos profissionais principalmente os da área de Saúde, envolvidos e engajados. Muitos desses artistas e profissionais, estão adotando a prática de produção de LIVES, como uma ferramenta de aproximação e interação entre eles e a sociedade. Até às redes de Canal Fechado, que trabalham com o sistema de assinatura ou de pay-per-view, como medida de aliviar a tensão nesses dias. Eles estão disponibilizando gratuitamente, a liberação do sinal de seus canais de filmes, durante 30 dias. Alguns proprietários de hotéis e pousadas, também facultaram as suas dependências, para servirem de ponto de apoio aos profissionais, que estão na linha de frente da PANDEMIA.
5)O VOLUNTARIADO, este ato aparece muito forte nesta situação, tanto da parte da classe médica e ou paramédicos, assim como também os empresários e a sociedade em geral. Alguns gestores lançaram editais, convocando profissionais para trabalharem nas unidades de saúde. Contrariando aos que são apáticos a essa situação, o número de adesão foi cinco vezes maior, que o previsto pelas autoridades. Os empresários também se disponibilizaram a prover as instituições com produtos de higienização, a título de doações.
6)A DISPONIBILIDADE, aqui observamos que alguns profissionais, principalmente aqueles que trabalham cuidando com a Integridade Emocional, a exemplo dos psicólogos, terapeutas, fisioterapeutas e os psiquiatras. Essa disponibilidade tem em vista, o aumento dos quadros de ansiedade, irritabilidade e desconforto psicológico. Tudo isso foi uma maneira, de bloquear a implantação de quadros de DEPRESSÃO entre as pessoas mais influenciáveis.
Muitos outros fatores também são positivos, poderíamos aqui listar, porém queremos apenas chamar a atenção e alertar as pessoas sobre os fatores que envolvem todo esse processo. Assim descobrimos tardiamente que “somos cegos, que vendo, não vêem”. Essa afirmação foi feita por José Saramago e nos mostra que somos incapazes de apreciar a beleza do que é natural e aquilo que nos dão sentido a nossa vida.
A PANDEMIA, está servindo para nos mostrar como é dolorosa a solidão, que às vezes incorporamos na vida dos nossos familiares idosos. Com ela estamos aprendendo a dimensionar a força da liberdade. Esse momento certamente, em um futuro bem próximo, nos tornará uma sociedade mais justa, com pessoas mais amorosas, mais coerentes e menos individualista. Preocupada com o bem estar de a coletividade. Em tempos de Coronavírus afirmamos “ um por todos, todos por um”.
Namastê

Texto autoral da colunista. Salvador-Bahia. 2020/ 03
Imagem: www.sciencephoto.coml
*Auxiliadora Paiva, é advogada, terapeuta holística, palestrante e taróloga.

2 thoughts on “O que há de positivo em tempos de PANDEMIA?

  1. Maria de Fatima Sena Moreira

    Parabéns!Excelente explanação sobre a atual postura da sociedade nos tempos de Pandemia.A Humanidade precisava sair da época do “Ter” para uma nova realidade ,a do “Ser”.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*