domingo, setembro 26, 2021
Home Destaques 5 dicas de ajuda para mudar seus hábitos alimentares

5 dicas de ajuda para mudar seus hábitos alimentares

Por Juliana Ferreira

Os nossos hábitos alimentares são construídos ao longo de nossas vidas e a primeira coisa que eu preciso te esclarecer é que a mudança desses hábitos não irá acontecer de uma hora para a outra. Temos dificuldade em mudar hábitos e comportamentos, porque geralmente são feitos de forma inconsciente e nos fazem agir de forma automática (como abrir a geladeira ao passar pela cozinha ou só parar de comer o biscoito quando acaba o pacote, etc), portanto muitas vezes não nos damos conta que temos tal hábito e precisamos que alguém nos aponte para que possamos tomar consciência.
Então, o primeiro passo para a mudança deve ser a consciência, assim é possível “romper” um hábito e fazer com que novos comportamentos possam emergir e fazer com que tais comportamentos se tornem u hábito.
Para obter qualquer tipo de mudança em alguma área da nossa vida, será necessário que a gente mude também. E para uma mudança efetiva, será necessário identificar os comportamentos que precisam ser modificados e trabalhados. Hoje eu trouxe 5 dicas que pode te ajudar na mudança de comportamento. Se liga ai:
Entender que não há mudança rápida: Qualquer tipo de mudança exige que tenhamos ações e atitudes diferentes. Pode parecer simples, mas isso não acontece de uma hora para a outra. Mudar é difícil.
Se permita sair do automático: Com os compromissos do dia a dia, muitas vezes é difícil ter tempo para cuidar de nós mesmos. E com essa correria, a mudança parece um esforço muito grande. Proponho que você se permita olhar para si, sua saúde, bem estar e identificar suas necessidades.
Não seja radical: Para mudar comportamento, é necessário que as medidas sejam sustentáveis. Não adianta radicalismo, pois é provável que você não consiga manter. Por isso, não vale a pena fazer dietas de restrições, em que você retira os alimentos de que gosta muito.
Saia da zona de conforto: A mudança vai gerar desconforto, pois será diferente de como você está acostumado. Isso irá mexer com aspectos profundos, como o emocional. Não hesite em procurar ajuda, caso necessário.
Respeite seu tempo: Cada indivíduo tem seu tempo para mudar. É uma construção diária que requer paciência, persistência e atenção às suas necessidades individuais. Não se cobre tanto.

Essas dicas fazem sentido para você?
Me conta nos comentários e compartilha com os amigos.

E não esqueça que para uma mudança efetiva de hábitos alimentares, é importante que você possa contar com a ajuda de um nutricionista para te guiar nesse processo.

Referência: Nutrição Comportamental – Alvarenga M, Antonaccio C, Figueiredo M, Timerman F. (orgs.) – 2019 (2ª edição) Manole

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Mais Lidas

Posso usar?

Por: Priscila Conti   Olá queridos leitores. Na coluna Plus Size de hoje, o assunto é: Posso usar? Quantas vezes nós mulheres Plus ficamos em dúvida do que usar...

P51 Rock Brasil – “Já não sei mais”

Por Juninho Ouro Preto A Capital paulistana é uma zona musical muito especial para o Brasil. São Paulo além de ser a maior metrópole brasileira...

Estilo Minimalista na Decoração

Por  Angelica Schianta No ano que passou de 2020, nunca passamos tanto tempo dentro de casa. Toda essa alteração trouxe novos modos de viver em...

MC G15 lança “Nunca Foi Amor” em parceria com Nattan, DG e Batidão Stronda

Por: Omar Silva   Single estreia o projeto “G de 15 em 15”, em que o artista lançará uma música a cada 15 dias. Nesta sexta-feira, 24...