terça-feira, outubro 19, 2021
Home Destaques O combate à Insônia

O combate à Insônia

Por Redação

 

A insônia nada mais é do que a demora em iniciar o sono ou se manter dormindo durante o período de repouso. Pode ser um quadro passageiro ou mais duradouro. Segundo a Associação Brasileira do Sono (ABS), cerca de 73 milhões de brasileiros sofrem de insônia. O que comemos afeta todos os aspectos do organismo. A alimentação interfere no peso corporal, nas taxas de nutrição e nas taxas hormonais. Dessa maneira, não é de surpreender que a dieta também tenha efeitos diretos na qualidade do sono.

“Algumas substâncias presentes nos alimentos podem piorar ou melhorar os sintomas. É recomendado adotar uma dieta rica em alimentos com nutrientes promotores de um bom sono”, explica Gabriel Pacheco, nutricionista da Rede Alpha Fitness. Além de avaliar o efeito dos alimentos consumidos durante a noite, é importante cuidar da alimentação como um todo. Quem tem refeições mais equilibradas ao longo do dia costuma ter menos fome à noite, fazendo jantares mais leves. “Comer menos e melhor à noite, evita o desconforto estomacal noturno. O recomendado é que a última refeição seja leve e feita de uma a duas horas antes de deitar”, comenta o especialista da Rede Alpha Fitness. O profissional ressalta que são alimentos aliados do sono: leite, aveia, mel, queijo branco, tomate, kiwi e amêndoas; alho, banana, salmão, feijão e espinafre. E recomenda evitar doces e cafeína muito tarde, para não atrapalhar no sono.

As dificuldades emocionais causadas pelo momento de pandemia acabaram desencadeando quadros de insônia em pessoas que nunca tinham experimentado dificuldade para dormir. Com novas cargas de estresse e sofrimento, manter uma alimentação adequada se torna essencial na manutenção do sono. Mesmo em home office, as pessoas devem procurar manter uma rotina com os horários das refeições bem determinados. Isso facilita na hora de manter a dieta equilibrada.

Para ter uma noite de sono tranquila, é necessário incluir alguns alimentos no seu cardápio diário e a ajuda de um especialista é sempre importante. Além disso, também é fundamental manter uma rotina de exercícios. “De repente começar uma caminhada no final do dia na esteira ou na rua – com toda a proteção necessária. Essa caminhada, ou corrida, ou outro esporte, pode ser fator de gatilho para preparar o corpo com hormônios de bem estar para que ao retornar para casa, a pessoa sinta sono”, conta o Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness, Guilherme Reis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Mais Lidas

O Microagulhamento

Por Mônica Alves   É um tratamento estético que serve para remover cicatrizes de acne, disfarçar manchas, outras cicatrizes, rugas ou linhas de expressão da pele,...

Assistente Administrativo

JBS 360 Curitiba, PR•Home office Dados da vaga Salário R$ 1.950 por mês Tipo da vaga Home office Número de contratações para este cargo: 1 Descrição completa da vaga Quais são as atividades da...

Descobri que o meu filho é gay! E agora o que vou fazer?

Por Dôra Paiva   Na semana próxima passada, atendi no nosso Espaço Terapêutico, uma grande amiga e também colega dos tempos de faculdade. Agitada, ela...

Líderes Vencem na 26° Rodada do Brasileirão

Por Amando Neto   Detentor da primeira colocação com 56 pontos o Atlético- MG, mantém larga vantagem contra os adversários e apresenta fortes indícios de que...